Em um passado recente, quando pensávamos em construção de marca, logo vinha a cabeça a criação de identidade visual, definição de posicionamento, um slogan e materiais para comunicar a mensagem internamente e externamente.

Mas hoje, construir marca vai muito além do que investir milhares de reais em anúncios criativos, pesquisas de focus group ou extensos manuais de marca. As marcas estão sendo construídas fora dos departamentos de marketing e das agencias.

A identidade da sua marca está sendo construída pelas pessoas. Não adianta você dizer que é a marca mais descolada do mercado se o que seus clientes dizem é exatamente o contrário. São elas que definem o que sua marca é ou deixa de ser e não o seu slogan.

Segundo a pesquisa “Confiança em Publicidade” realizada pela Nielsen, 84% das pessoas dizem que recomendações boca a boca são a fonte mais confiável para conhecer uma marca. Portanto, sua marca está sendo moldada nas conversas em redes sociais, nos sites de avaliação, nas recomendações entre amigos e em todo o marketing boca a boca gerado por seus clientes, seja ele positivo ou negativo. E é isso que definirá o que ela é.

Com esse cenário, o controle sobre a marca deixa de estar exclusivamente na mão dos Departamentos de Marketing. Apesar de não estar mais dominando as ações, alguns Diretores de Marketing mais visionários já começaram a descobrir qual o seu novo papel na construção das marcas: estimular o buzz positivo em torno da sua marca.

A maneira mais efetiva de construir o buzz positivo é entregar uma experiência incrível para seus clientes. Por isso, a responsabilidade do marketing precisa ir além dos estudos de mercado e comunicação. Para atender as mudanças do mercado e dos comportamentos das pessoas é preciso estar presente em todas as áreas da empresa sempre pensando no cliente, em como tornar cada contato com a marca em uma experiência memorável. Somente assim sua marca conquistará brandlovers ou defensores de marca, que são as pessoas que falarão positivamente sobre seus produtos e recomendarão para outras pessoas, construindo sua marca por você.

Esse novo modelo de construção de marca fica mais claro quando paramos para analisar o que as empresas inovadoras tem feito. Netflix, Apple e Uber são bons exemplos que possuem marcas fortes construídas por meio de ótimas experiências para seus clientes que se tornaram promotores de suas marcas e produtos.

E você, como tem pensado a sua marca nesse novo cenário?